Lições de vida para o meu filho

Ex-gerente de marketing da Coca-Cola, Renato Schmekel, agora revelação da 22ª Bienal Internacional do Livro, lança intrigante e filosófico livro que fez para o filho!

Goethe disse: “As frases que os homens estão acostumados a repetir incessantemente acabam se tornando convicções e ossificando os órgãos da inteligência.”

É tão bom quando podemos ficar horas e horas discutindo com o pai, no melhor confronto onde o “velho e o novo” esperam achar respostas para algo que talvez nem precise, nem se tenha. Só o fato de o encontro existir já é um ganho. Num ringue, eles não são adversários. Por mais calorosas e homéricas que as discussões possam ser, prevalecerá o amor incondicional. Ainda que muitos filhos não tenham maturidade o suficiente para saber, só quando não ouvirmos mais suas palavras que sentiremos a profunda saudade, a falta de seus ensinamentos.

Esta introdução, necessária, é para apresentar-lhes Renato Schmekel. Um homem que conquistou uma carreira invejável no mundo dos negócios, mas que carregou as angústias por ter perdido o pai aos três anos de idade e a mãe aos 19 anos. Faltaram-lhe conselhos, faltou-lhe o amor verdadeiro… Hoje, aos 47 anos, Renato – longe de querer deixar cartas póstumas – decide escancarar o que pensa na literatura. Os anos de vida e sua intensa bagagem cultural deram segurança, sem a pretensão e o medo da crítica para escrever o “Livro ao meu filho”, lançado pela editora Vermelho Marinho, do editor carioca Tomaz Adour.

Sem meias palavras, Renato fala sobre sexo, drogas, amores, ilusões, dinheiro, saúde, casamento, filhos, mulheres, negócios, educação, egoísmo, felicidade (…). Nas entrelinhas desta agitada obra – que tem picos de reflexões como as bolsas de valores latino-americanas – o autor consegue levar o leitor para um patamar de pensamentos e sentimentos privilegiados. De blá, blá, blá este livro não tem nada. “Os manipuladores são as pessoas mais perigosas com quem podemos nos envolver. Eles nunca se abrem e raras vezes expõem seu pensamento; assim, você nunca sabe como pensam”.

Para contradizer o dito que “cachorro velho não aprende truque novo”, aos 35 anos, a frente de uma excelente carreira como executivo de marketing em multinacionais – já bem desenhada a alcançar a presidência de grandes empresas – Renato decidiu por conta própria pedir demissão e entrar no desconhecido mercado financeiro como home broker. “Foram sete anos de puro aprendizado e muita dedicação”. Foi bem sucedido novamente, a ponto de hoje terceirizar a administração do seu patrimônio financeiro e se dedicar a esta nova empreitada na qual já começa com o pé direito. O “Livro ao meu filho” pode ser o início de mais uma carreira que ele vá trilhar com sucesso. “No mais, segue em mim o profundo desejo de que as futuras gerações possam retirar algo de útil deste livro − principalmente você , meu filho”.

Sobre o autor:
Ex-gerente de marketing da Coca-Cola, diretor do Ponto Frio e da Telemar (Oi), além de investidor no mercado financeiro, Renato Schmekel dedica sua criatividade agora a literatura. Em paralelo já finaliza outro livro em conjunto com o escritor carioca Julio Rocha e está em fechamento roteirizar uma peça de teatro junto com a dramaturga Cristina Teixeira, que estudou na Academia Royal Court Theatre na Inglaterra e é premiada por suas montagens na Europa.

1 Comment

  1. Pingback: Livro ao Meu Filho no nordeste | Lilian Comunica - Assessoria de Imprensa e editorial

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.